Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Pavers

Praticas recomendada para assentamento do paver

Primeiramente você deve verificar a procedência do produto adquirido. O fabricante conhece e segue as Normas Técnicas Brasileiras? Tem como a qualidade em seu foco?

Agora que você já adquiriu um produto de qualidade é hora de verificar as condições do solo a onde será assentado o paver.  Para obras de grande porte recomendamos que seja feito um projeto de pavimentação onde um engenheiro responsável irá avaliar vários aspectos do solo para ter certeza da forma com que irá executar o projeto. Como  preparação da sub base e com reforço caso necessário, pois além da resistência do paver é fundamental que a sua sub base também seja resistente para o assentamento do produto e para evitar futuros problemas. Mas caso sua obra seja de pequeno porte contrate algum profissional que tenha experiência na execução do piso intertravado, tenham obras concluídas com esse material e, além disso, possa oferecer segurança nos seus serviços.

Bem agora vamos aos passos para a correta execução do paver:

  • Fazer reforços caso necessários na base existente e/ou remoção de solos fracos ou que seja interessante sua retirada conforme indicação do engenheiro ou empreiteiro;
  • Executar a regularização e compactação da base com equipamentos tipo placa vibratória ou rolo compactador para áreas maiores;
  • Após compactada a base é hora de aplicar o pó-de-brita (areia artificial) ou areia média para seu assentamento. Recomenda uma espessura de 3 a 5 cm dependendo de seu trafego;
  • Nivele a área a qual será assentado o piso com uma régua;
  • É hora de começar o assentamento das peças. Existem várias maneiras de se conseguir o travamento, use sua criatividade na paginação;
    Dica D Souza: Para o correto acabamento utilize linhas que mantenham o esquadro para que não perca o alinhamento das peças. Recomendamos o uso das “fiadas mortas” que são peças inteiras assentadas no perímetro do local onde o piso será assentado, deixe para fazer os cortes nas peças que serão utilizadas internamente.
  • Passe a placa vibratória pelo menos duas vezes para que ocorra o correto preenchimento do pó-de-pedra (areia artificial) ou da areia na parte inferior do piso assentado.
  • Agora distribua a areia que terá seu uso equivalente a um “rejunte” nos pisos. A areia irá preencher corretamente os vazios entre as paças executando o selamento das juntas do pavimento. Passe o vassourão para garantir que todos os vazios sejam preenchidos e que o excesso de material seja retirado. Aplique a placa vibratória novamente para o correto preenchimento das juntas. Varra novamente e retire o excesso.
  • Não lave o piso por pelo menos 7 dias, pois durante esse período o selamento das juntas irão sendo estabilizada com as intempéries e o trafego.